felicidade
Felicidade
24 de junho de 2017
tempolento
Tempo Lento
21 de junho de 2017

Verbos para vestir

verbos
Verbos para vestir | 2010

Projeto desenvolvido para o lançamento oficial do Outubro Rosa em Porto Alegre no Memorial do Rio Grande do Sul. Promovido pelo IMAMA - Instituto da Mama do RS, o movimento Outubro Rosa tem como objetivo alertar a sociedade sobre a importância da detecção precoce da doença e dos investimentos em saúde pública para o controle da doença.

O processo criativo se dá a partir de uma experiência pessoal e da relação que se estabelece entre o que pensamos/vivemos e o que gostaríamos de traduzir em Arte. Pensar sobre o câncer de mama foi uma tarefa difícil. Criar a partir de um tema tão delicado, relacionado à saúde – um dos aspectos essenciais para o nosso bem-estar, exige sensibilidade e também o enfrentamento com a urgência de Viver.

O desafio maior foi justamente não trabalhar com a eminência da morte. Ao contrário, refletir sobre a necessidade da Vida, porque é real a possibilidade de cura se a doença for diagnosticada precocemente.

Os 15 bustos apresentados representam as mulheres que tiveram o diagnóstico da doença e que, a partir desse momento, enfrentaram sentimentos de angústia, rejeição, dor, medo e insegurança, mas nem por isso deixaram de lutar contra o câncer, reinventando-se para superar os vários obstáculos do caminho. Verbos para Vestir; a Vida de todas as Vitoriosas em movimento.

Para realizar a instalação Verbos para Vestir, procurei de alguma forma entrar nesse universo e imaginar o que faria nessa situação. Pensei imediatamente no verbo Abraçar, uma atitude de envolvimento com a causa, com a prevenção da doença, com o autocuidado e, além disto, com a atenção em relação ao outro. Abraçar foi o verbo que levou a uma sequencia de outros, todos refletindo ações perante a realidade imaginada.

Verbos para Vestir se configura como um momento de reflexão e de estímulo para cada mulher nessa batalha pela prevenção e tratamento do câncer de mama, uma doença que ameaça a vida e que pode ser evitada.

ABRAÇAR - A si mesmo e ao outro
LUTAR - Com todas as forças
VIVER - Todos os dias intensamente
SUPERAR - Os momentos difíceis
DIVIDIR - Todas as emoções
AMAR - A vida
SONHAR - De olhos abertos
QUERER - O entendimento
SER - O que se é
EDUCAR - O tempo todo
CUIDAR - De si mesma
SORRIR - Abertamente
RESPEITAR - Os próprios limites
MOSTRAR - A energia vital
ASSUMIR - O controle da situação

Leandro Selister | 2010